No dia 30 de Janeiro celebramos o Dia Escolar da Não-Violência e da Paz, uma iniciativa do poeta, pedagogo e pacifista espanhol Llorenç Vidal.
Desde 1964, que a celebração deste dia pretende sensibilizar para a tolerância, solidariedade e respeito pelos outros.
Porquê a escolha do dia 30 de Janeiro?
A escolha da data não foi ao acaso, mas por que este foi o dia do assassinato de um dos maiores defensores da paz, da não-violência, da justiça e da tolerância entre os povos: Mahatma Gandhi.
Assim, educar para os valores promovendo nos jovens uma formação que favoreça o emergir de sentimentos de solidariedade e de justiça é uma tarefa que cabe a todos. Sabemos que esta não é a tarefa de um dia, mas de todos os dias e, por isso, na nossa sala, ao longo destes dias realizamos algumas atividades de sensibilização para a não-violência e para a paz.
Como é sabido, uma das metas do sistema educativo é  o desenvolvimento integral das crianças e dos jovens, devendo os educadores favorecer estratégias e actividades que permitam o surgir de sentimentos de solidariedade.
“Uma vez que as guerras nascem na mente dos homens, é na mente dos homens que deve edificar-se a paz”.  (Preâmbulo da Constituição da UNESCO)
publicado por salinhadossonhos às 02:05